O GLP, popularmente conhecido como “gás de cozinha” ou Gás LP, é uma mistura de hidrocarbonetos líquidos: o propano e o butano comercial.

Pode ser obtido de duas formas: pelo refino do petróleo e pelo processamento do gás natural nas UPGNs (Unidades de Processamento de Gás Natural).

À temperatura ambiente e submetido à pressão na faixa de 3 a 15 kgf/cm2, o GLP se apresenta na forma líquida e é mais leve do que a água.

Daí vem seu nome: Gás Liqüefeito de Petróleo.

No Brasil, sua maior utilização é no cozimento de alimentos e tem maior presença do que a energia elétrica, a água encanada e a rede de esgoto.

Nos mercados desenvolvidos, o GLP é largamente utilizado em aplicações industriais, comerciais e agrícolas.